18 Novas Ambulâncias Renovam a Frota do SAMU de Santa Catarina

CAPA SITE.jpg

No dia 19 de julho, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) da Secretaria de Estado da Saúde (SES) recebeu 18 novas ambulâncias para renovar cerca de 80% da frota – fruto de verba estadual e federal, por meio de emendas parlamentares dos Deputados Peninha e Carmen Zanotto.

As cidades que contarão com os novos veículos serão São José, Joinville, Jaraguá do Sul, Criciúma, Araranguá, Mafra, São Joaquim, Blumenau, Palhoça, Lages, Rio do Sul, Itajaí, Caçador, Canoinhas, Florianópolis, São Miguel do Oeste, Chapecó e Curitibanos. Foi investido cerca de R$ 199 mil em cada ambulância, totalizando R$ 3,3 milhões.

De acordo com o Diretor do SAMU, Giovanni Kemper, a renovação garante ainda mais estrutura veicular e mais segurança. "Isso reflete em números. Nós reestruturamos a Gerência Estadual do SAMU recentemente, que passou a ser uma Diretoria. Após a reforma administrativa, adotou-se resoluções que estipularam maior congregação entre porta móvel (ambulâncias) e porta fixa (hospitais). Com a qualidade dos novos veículos, além do profissional, o catarinense que necessita do SAMU é acolhido da melhor forma possível", descreveu.

TEXTO.jpg

 

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência atendeu cerca de 170 mil ocorrências no primeiro semestre de 2019, de acordo com relatório organizado pela Diretoria Estadual do SAMU. Os motivos das chamadas passam por clínico adulto, em sua maioria, causas externas, psiquiátrico, gineco-obstétrico e clínico pediátrico. As regiões com maior número de atendimentos foram Florianópolis, Joinville, Blumenau, Criciúma e Balneário Camboriú. De acordo com relatório, a média total de atendimento de uma Unidade de Suporte Avançado permanece abaixo dos 15 minutos.


Das 170.627 mil ocorrências atendidas pelo SAMU, 80 mil foram com ambulâncias enviadas ao local. Com a renovação da frota, o Secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino, descreve: "Isso nos dá uma certeza que a população vai ser bem assistida, que essas equipes estarão bem equipadas e devidamente preparadas para continuar o bom trabalho frente a enorme demanda da urgência e emergência no Estado, especialmente, garantindo o acesso da população a todo este serviço".

Recentemente, o Secretário participou de um seminário que apresentou os resultados destes primeiros seis meses de gestão, inclusive o do atendimento primário. "Os servidores são quem realmente fazem a Saúde acontecer. Muitos projetos já foram e continuarão sendo materializados com entregas, como o caso da renovação no SAMU. Podemos citar também os processos de licitação 100% digitais, a aquisição de equipamentos, a retomada da ala de psiquiatria do Hospital Infantil, e a inauguração de dois Hospitais Dia. Mas o que de maior valor podemos oferecer neste começo é organizar a gestão, no sentido de tornar o Estado efetivo em todas suas macrorregionais, com o encaminhamento da política hospitalar catarinense e o reforço na atenção primária. Trabalha-se para que a Saúde possa alcançar de forma estrutural todos os rincões de Santa Catarina, independente de região, per capita ou população. Sem barreiras", finaliza.

 

Fotos: Robson Valverde

Informações adicionais à imprensa:
Andrey Lehnemann
Assessoria de Imprensa
SAMU de Santa Catarina
(48) 99628-1141

 


Imprimir