Campanhas do SAMU nas redes sociais tentam prevenir aumento de ocorrências durante Carnaval

DSC 4577 foto

 

No ano passado, o período de carnaval produziu um aumento de 6,58% nos atendimentos realizados pelo Serviço Móvel de Urgência, o SAMU, em toda Santa Catarina – de acordo com dados levantados pela Secretaria de Estado da Saúde. Percebe-se pela estatística que o acréscimo seria de apenas 0,35% em todo o Estado, caso fosse um mês comum, sem esse período de festas e a quantidade de acidentes de trânsito e embriaguez que as envolvem. As duas macrorregiões que apresentam dados expressivos são as de Florianópolis e Balneário Camboriú, onde o carnaval é muito popular. Segundo o relatório, os registros aumentaram 18,43% na Grande Florianópolis e 17,90% na região da Foz do Rio Itajaí. O número aponta para uma preocupação com alguns cuidados que os foliões devem tomar durante as festas de Carnaval, um dos feriados mais esperados pelo brasileiro. “Normalmente, neste período, há muitos casos de embriaguez, brigas, acidentes envolvendo moto, carro e atropelamentos. Enfim, é importante que se tenha uma tentativa de coibir esses casos. De prevenção”, considera a coordenadora médica da Grande Florianópolis, Elisa Cervi.

 

Homens entre 20 até 39 anos são os que mais geram casos atendidos pelo Serviço do SAMU – mais de 50% dos casos – e 11,33% dos registros são acidentes de trânsito. Por consequência, o SAMU 192 começou uma campanha pelas redes sociais com dicas que visam facilitar o compartilhamento de informações e evitar acidentes.

 

Entre as dicas do SAMU, estão: beber bastante água, usar roupas que permitam a transpiração do corpo e fazer uma alimentação leve, antes de sair de casa. Se a folia for durante o dia, o protetor solar é necessário tanto para adultos quanto para crianças. Não usar drogas, evitar o envolvimento em brigas, não aceitar bebidas ou alimentos de desconhecidos e estar sempre atento ao seu copo – são outras orientações. Além disso, o preservativo é indispensável em todas as relações sexuais. Com a possibilidade de aplicativos, táxis, ônibus e afins, não existe nenhum motivo para dirigir alcoolizado. Seja responsável com sua vida e a do próximo. O ideal é não exagerar no consumo de bebidas alcoólicas e, caso a sua companhia não siga este conselho, passar da conta ou apresentar sintomas de embriaguez, o procedimento correto é entrar em contato com alguém da família ou levá-la até uma unidade de pronto atendimento.

 

Atenção: portadores de doenças crônicas, como diabetes, hipertensão ou cardíacos, não podem interromper a medicação em momento algum, inclusive durante o Carnaval.

 

Importante lembrar que o SAMU 192 deve ser acionado em casos de: problemas cardiorrespiratórios; intoxicação exógena e envenenamento; queimaduras graves; na ocorrência de maus tratos; em trabalhos de parto, onde haja risco de morte da mãe ou do feto; em tentativas de suicídio; casos de crises hipertensivas e dores no peito de aparecimento súbito; quando houver acidentes/traumas com vítimas; afogamentos; choque elétrico; acidentes com produtos perigosos; suspeita de Infarto ou AVC (alteração súbita na fala, perda de força em um lado do corpo e desvio da comissura labial são os sintomas mais comuns); agressão por arma de fogo ou arma branca; crises convulsivas; transferência inter-hospitalar de doentes graves; além de outras situações consideradas de urgência ou emergência com risco de morte, sequela ou sofrimento intenso.


Imprimir