Get Adobe Flash player

O SAMU - Serviço de Atendimento Móvel de Urgência -  é um serviço de saúde desenvolvido pela Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina, em parceria com o Ministério da Saúde e as Secretarias Municipais de Saúde organizadas macrorregionalmente.

É responsável pelo componente Regulação dos Atendimentos de Urgência, pelo Atendimento Móvel de Urgência da Região, e pelas transferências de pacientes graves da região. Faz parte do Sistema Regionalizado e Hierarquizado, capaz de atender, dentro da região de abrangência, todo enfermo, ferido ou parturiente em situação de urgência ou emergência, e transportá-los com segurança e acompanhamento de profissionais da saúde até o nível hospitalar do Sistema.

Além disto intermedia, através da central de regulação médica das urgências, as transferências inter-hospitalares de pacientes graves, promovendo a ativação das equipes apropriadas e a transferência do paciente.

A distribuição das Centrais de Regulação, das Unidades de Suporte Avançado de Vida (UTI Móveis) e das Unidades de Suporte Básico de Vida seguiram critérios estabelecidos pelo Gestor Estadual, no caso das Centrais de Regulação e das Unidades de Suporte Avançado de Vida (UTI Móveis), e pelos gestores municipais organizados regionalmente para a distribuição das Unidades de Suporte Básico de Vida, sendo que a configuração inicial foi detalhada no Plano de Atenção às Urgências do Estado de Santa Catarina.

No Estado temos oito(8) Centrais Regionais de Regulação de Urgência do SAMU de abrangência macrorregional, isto é, atendem a todos os cidadãos em sua região:

  • SAMU Extremo Oeste - Chapecó
  • SAMU Grande Florianópolis - Florianópolis
  • SAMU Sul - Criciuma
  • SAMU Norte-Nordeste - Joinville
  • SAMU Vale do Itajaí - Blumenau
  • SAMU Foz do Itajaí - Balneário Camboriú
  • SAMU Meio-Oeste - Joaçaba
  • SAMU Planalto Serrano - Lages

 

Alem dos SAMUs regionais existe uma equipe do SAMU Estadual e uma outra equipe do SAMU Aéreo.

Cabe ao SAMU Estadual todas as regulações que extrapolem a área de abrangência de cada região, relacionadas aos transportes inter-hospitalares de pacientes graves e quando houver necessidade de regulação de urgência ou de transferência de pacientes graves para outro estado do Brasil.

Além disto, o Regulador Estadual apoia todas as Centrais Regionais de Regulação de Urgência do SAMU, orientando os médicos reguladores quando solicitado e ativando todos os meios possíveis para a garantia do bom atendimento e o mais adequado a cada situação.