Santa Catarina é escolhida para ser piloto de unificação do atendimento pré-hospitalar

O secretário de Estado da Saúde de Santa Catarina, Helton de Souza Zeferino, se reuniu com secretário de Atenção Básica do Ministério da Saúde, Francisco de Assis Figueiredo,  para tratar sobre a gestão compartilhada dos serviços do atendimento pré-hospitalar de Santa Catarina. A proposta de integrar as estruturas do Corpo de Bombeiros Militar (CBMSC) e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) não é novidade no estado, porém a reunião desta quarta-feira, 29, serviu para alinhar o início do projeto piloto e das intenções nacionais de Santa Catarina orientar o modelo de unificação em outras unidades federativas.

 

Neste modelo, as duas instituições, SAMU e CBMSC, vão compartilhar todo o aparato que envolve os dois sistemas, incluindo os serviços sob a gestão dos municípios. O secretário de Saúde lembra que, hoje, os serviços prestam atendimentos semelhantes e que a junção trará agilidade, qualificação e economia.

"Além disso, o nosso objetivo final é construir um modelo que possa ser replicado em todas as unidades da Federação, nesta integração entre unidades do Corpo de Bombeiros e do SAMU, de tal forma a que se possa ofertar um serviço maior qualificado para a população.", resume Helton Zeferino.

De acordo com o secretário Diego Goulart, que acompanhou a reunião ao lado da deputada federal Carmen Zanotto, a Secretaria de Articulação Nacional irá acompanhar todo o processo de tratativas: “Vamos dar agilidade no que for necessário para que o projeto seja aprovado pelo Ministério da Saúde”. 

 

Informações adicionais à imprensa:
Andrey Lehnemann
Assessoria de Imprensa
SAMU de Santa Catarina
(48) 99628-1141


Imprimir